BATONS

O batom é indiscutivelmente o cosmético mais popular do mundo. Com ares de acessório, ele é fundamental para a hidratação e proteção dos lábios. Além disso, é considerado a maquiagem que mais valoriza o rosto das mulheres, possui cores e texturas variadas, e poder ser encontrado em diversas formas. Portanto, conheça um pouco mais sobre a história do batom, suas características, ingredientes e processo de fabricação. Confira!

Batom é um cosmético que tem como intuito dar cor aos lábios, podendo ser com ou sem brilho. Ele realça a boca e está disponível em diversas cores, adequando-se a diversos gostos.

Quimicamente, o batom é a dispersão de pigmentos em uma combinação de ceras, ésteres, álcoois e óleos vegetais. Pode conter produtos para proteção dos lábios, como protetores solares; substâncias de ação hidratante e até substâncias para melhorar a estética como, por exemplo, para dar volume aos lábios, dando a aparência de estarem mais carnudos.

 

UM POUCO DA HISTÓRIA DO BATOM

 

O nome batom vem do francês bâton, que significa literalmente ”bastão”, embora esse cosmético não seja chamado assim em francês. Entretanto, a invenção do batom vem muito antes disso, possivelmente inventado pelas mulheres da antiga Mesopotâmia, que pulverizavam minérios para decorar os lábios.

O hábito de colorir os lábios começou a ganhar alguma popularidade na Inglaterra, no século XVI, durante o reinado da rainha Elizabeth I. Nessa época, estar com os lábios vermelhos brilhantes e ter ou deixar o rosto branco e austero tornou-se moda.

 

 

Na década de 1850, foram publicados relatórios advertindo sobre os perigos do chumbo em cosméticos aplicados na face, pois os corantes e os pigmentos que eram utilizados continham metais pesados. Já no século XIX, surgiu outros corantes e o batom passou a ser colorido com o uso do corante carmim, extraído de cochonilha, um tipo de inseto nativo do México e da América Central.

Na década 1930 o batom ganhou uma fórmula básica e passou a ser desenvolvido e produzido em larga escala, assim todo batom é feito basicamente de óleo e cera, por isso desliza facilmente pelos lábios.

No Brasil, a produção de batons começou por volta de 1969, quando um brilhante jovem chamado Antonio Luiz Saebra, desenvolveu produtos de beleza e ensinava a maneira correta de utilizá-los. Naquele ano, no estado de São Paulo, surgiu a empresa de cosméticos Natura. Em 1977, na cidade de Curitiba PR, um farmacêutico que manipulava fórmulas para a beleza em sua botica, Miguel Krigsner, entrou no ramo da indústria cosmética, criando a empresa O Boticário.

Atualmente, o batom é um dos itens mais populares e amados da maquiagem, apresenta uma variedade incrível de cores, que vão desde as mais clássicas e discretas até as mais chamativas e inusitadas, além de possuir texturas e acabamentos diferentes para colorir e valorizar ainda mais os lábios.

 

CARACTERÍSTICAS DO BATOM E SUA APLICAÇÃO NOS LÁBIOS

 

Os produtos cosméticos para a boca e os lábios têm pH entre 6 e 7 para ser compatível com o pH da saliva humana e dos lábios. Esses cosméticos também precisam ser resistentes a ação de diversas enzimas presentes na saliva, pois estas estão envolvidas no início da digestão alimentar e na proteção da cavidade oral contra infecções bacterianas.

A pele dos lábios é muito mais fina do que a pele das demais regiões do corpo humano. É composta apenas de epiderme e da mesoderme, e isso faz com que os vasos sanguíneos periféricos estejam muito próximos da camada externa. Por esse motivo os lábios possuem tonalidade avermelhada e sangram intensamente quando sofrem cortes.

 

 

Existem muitos terminais nervosos ligados aos lábios e, devido a pequena espessura de sua pele, estes são muito sensíveis ao toque e a variação de temperatura. Os lábios não possuem folículos pilosos nem produzem secreções sebáceas e não são recobertos por um filme protetor lipídico como as demais regiões do corpo, portanto são muito propensos a desidratação e a rachaduras.

Assim, os produtos para os lábios, como o batom, ajudam a hidrata-los e a protege-los.

 

TIPOS DE BATOM

 

 

 

 

 INGREDIENTES PRESENTES NO BATOM

 

Os diferentes tipos de batom possuem alguns ingredientes em comum. Embora a proporção e a quantidade desses ingredientes possam variar na formulação, eles estão presentes em todos os batons. Esses ingredientes são:

 

1 – Ceras

Utiliza-se, basicamente, uma combinação de três tipos de cera para dar forma ao batom: cera de abelha, de candelila e de carnaúba.

 

2 – Óleos Vegetais e Ésteres

Um óleo muito utilizado na formulação de batons é o óleo de rícino, extraído da mamoneira. Esse óleo se diferencia dos demais óleos vegetais pela grande quantidade de hidróxidos que contém, especialmente o do ácido ricinoleico. Os óleos e os ésteres ajudam a dispersar os pigmentos, em sua espalhabilidade e na homogeneização da cor.

 

3 – Manteigas Vegetais

Esses ingredientes também contribuem para a homogeneização da cor, a maciez da aplicação e a hidratação dos lábios.

 

 

4 – Pigmentos

Os pigmentos são utilizados para conferir a cor desejada ao batom. Na composição dos pigmentos há grande variedade de substâncias orgânicas e inorgânicas, naturais, minerais e artificiais, que são classificadas de acordo com a sua cor.

Como exemplo de pigmentos minerais existem as argilas com cores variadas, muito utilizadas em maquiagens do tipo vegetal. Entre os materiais colorantes inorgânicos estão os óxidos, os sulfetos, os carbonatos, os cromatos, os sulfatos, os fosfatos e os silicatos de metal.

 

5 – Conservantes e Antioxidantes

Esses ingredientes são adicionados a formulação para manter a conservação e a estabilidade do produto em relação a sua cor, ao seu odor e ao seu sabor.

 

6 – Fragrância

É utilizada em pequenas quantidades, pois confere aroma agradável ao batom e mascara o cheiro de outros ingredientes utilizados na formulação.

Na figura abaixo é apresentada a formulação clássica de um batom.

 

 

PROCESSO DE FABRICAÇÃO DO BATOM

 

O primeiro passo da fabricação de um batom consiste na mistura dos ingredientes da massa-base em um fusor com aquecimento e agitação.

A temperatura de aquecimento deve estar acima do ponto de fusão das matérias-primas da massa-base. Os corantes ou pigmentos são dispersos no óleo de rícino e passados em um moinho para que as partículas fiquem bem homogêneas antes de ser misturadas a massa-base do batom. Existe ainda a possibilidade de realizar a compra de pigmentos ou corantes já dispersados, o que facilita muito a produção.

Depois de misturar os demais ingredientes, mantem-se a agitação constante do fusor sob aquecimento até o início do envase do produto em seu molde.

Após o produto apresentar boa homogeneização, inicia-se sua transferência para o molde. Esse molde é formado por uma base de metal e é resfriado para que a massa do batom se enrijeça e tome a forma do molde.

Depois as balas do batom são retiradas do molde e colocadas na embalagem final de comercialização.

As características físico-químicas desejadas de um produto cosmético para a categoria batom devem atender aos parâmetros a seguir.

 

– Aspecto: Homogêneo

-Cor: Conforme padrão e homogênea

– Odor: Conforme padrão

 – Ponto de fusão (quando em formato bala): Em torno de 55°C.

 

 

Veja também “DÚVIDAS MAIS COMUNS SOBRE DEPILAÇÃO”.

Deixe seu comentário, dicas e sugestões. Pesquise em nosso Blog e compartilhe com os amigos. Curta nossa página no Facebook e vejas novidades no nosso canal do YouTube.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.