PRODUTOS COSMÉTICOS PARA ANIMAIS DE ESTIMAÇÃO

Quem ama animais adora ver seu pet cheiroso e hidratado, não é mesmo? Cada vez mais integrados as famílias, os animais de estimação têm ganhado mais e melhores opções de produtos para higiene, beleza e bem-estar animal. Portanto, não deixe de conhecer esse setor que cresce vigorosamente, saber sobre fisiologia e formulação de produtos, normas do segmento e suas inovações, que asseguram saúde, bem-estar e embelezamento para os animais de estimação. Confira!

É notório que a relação das pessoas com animais domésticos mudou nos últimos anos. Se voltarmos muitos anos atrás, um animal de estimação era apenas um bichinho amigo, estimado principalmente pelas crianças, mas que permanecia no quintal das residências. Hoje, com estruturas familiares cada vez mais enxutas, para muitos, um pet é considerado “um filho” ou um “membro da família”, compartilham nossas camas e ambientes como a sala de estar, vão regularmente ao veterinário, alguns têm plano de saúde e frequentam banho e tosa semanalmente.

O reconhecimento dos benefícios proporcionados pela interação entre humanos e animais para a saúde de ambos fez com que mais de 50 milhões de cachorros e 20 milhões de gatos morassem em lares brasileiros, de acordo com pesquisas do IBGE.

Estudos mostram que a convivência com animais de estimação é capaz de melhorar a autoestima dos donos, diminuir problemas do coração, auxiliar a família na diminuição do estresse, na queda da pressão em hipertensos e, principalmente, de melhorar a interação social. Assim, em geral, famílias que têm animais de estimação gastam menos com remédios.

Por conta desta mudança de comportamento, o mercado pet alavancou a economia com muitos segmentos direcionados para o melhor amigo do homem. Dessa forma, os animais de estimação têm ganhado mais e melhores opções de produtos para higiene e beleza. Banhos periódicos, escovação da pelagem para a remoção de nós e limpeza dos ouvidos, patas e partes íntimas começaram a se tornar rotina no dia a dia das pessoas que possuem animais em casa, tais cuidados que ajudam a manter a pele e pelagem dos animais saudáveis e limpas.

Com isso, o Brasil já ocupa o segundo lugar no mundo em compradores de produtos e serviços para pets, sendo o segundo maior mercado pet do mundo em faturamento, com uma fatia de 6,4% de participação global, só perdendo para os Estados Unidos, que têm 50% do mercado, segundo dados da Euromonitor International.

De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, a população de cães é de 55,1 milhões, aves 40 milhões, gatos é de 24,7 milhões, peixes 19,4 milhões e 2,4 milhões de répteis e pequenos mamíferos.

E uma das áreas que mais cresceu neste mercado foi a de cosméticos para os bichinhos. Por isso, cada vez mais é investido em tecnologia e produtos naturais para que eles sejam bem cuidados e não tenham reações adversas.

É um negócio muito promissor!

Afinal, os tutores não economizam no amor e, claro, nos cuidados. Assim, não hesitam quando o assunto é investir nos amigos de quatro patas. Em média, um dono de cachorro costuma gastar 300 reais por mês com o seu peludo, enquanto um responsável por um gato investe aproximadamente 120 reais mensalmente no bichano.

Mesmo em momentos de crise, ainda que o consumidor opte por um produto mais acessível, ele não para de comprar o que seu animal precisa.

Assim, visto o crescimento exponencial desse mercado, investir no segmento desse tipo de produtos para pets é um negócio promissor. Se você está pensando em apostar no ramo, agora é a hora!

 

PRODUTOS COSMÉTICOS PARA ANIMAIS DE ESTIMAÇÃO

 

A cesta de beleza animal para deixar os cães e gatos ainda mais fofos cresce a cada dia. Mas mesmo que novidades surjam a cada dia, separamos alguns dos produtos mais populares para o cuidado e beleza dos animais de estimação.

 

1 – Hidratante para as Patinhas

A pele que recobre as patinhas do animal é uma região muito sensível e que sofre muito contato com o meio externo, bem como com as variações de textura e temperatura do chão.

Muitas vezes quando passeamos com nosso bichinho em uma tarde quente, não percebemos que a pele do animal fica exposta e pode desidratar, ressecar e se tornar rígida. Por isso é importante usar hidratantes próprios para animais e evitar rachaduras que podem incomodar o bichinho.

 

2 – Shampoo

Apesar desse produto ser básico e muito conhecido, ele é muito importante. Optar por um shampoo de qualidade, não irritante e com substâncias calmantes e adequadas para a pele do animal é necessário para que, além de limpo e com pelos cheirosos e brilhosos, o pet permaneça sem alergias e feridas na pele.

 

3 – Condicionador

Assim como o shampoo, o condicionador é um produto usado rotineiramente e bem conhecido pelos consumidores. Garantindo a maciez principalmente para os pelos mais longos, combinados com o shampoo, são diversos os aromas a serem experimentados, além de linhas especiais para dar vida aos mais diversos tipos e cores de pelos.

 

4 – Protetor Solar para Pet

O fato de os raios solares provocarem danos à pele, como manchas e até câncer, já é uma informação bastante difundida pela medicina. Por esse motivo, fazer sempre a prevenção do bichinho com o uso de protetor solar diário de, no mínimo, fator 15, é a medida ideal para evitar esses problemas tão graves.

Caso você habite uma região litorânea ou o animal tenha a pelagem mais clara, os cuidados devem ser redobrados, utilizando um produto com fator de proteção maior.

 

5 – Pasta de Dente

Os problemas bucais não atingem apenas os seres humanos, não! Todo bichinho pode sofrer desse mal, que provoca muito incômodo e até dor, refletindo em um comportamento cabisbaixo, estressado e até agressivo.

Entre as principais doenças bucais que atingem os animais de estimação, estão:

Placa dentária bacteriana: Este problema ocorre devido ao acúmulo de restos alimentares e pode ficar ainda mais sério se evoluir para as terríveis cáries, podendo danificar a estrutura dentária do bichinho e até provocar a perda de alguns dentes;

Halitose: Todo alimento consumido deixa resíduos na boca, os quais são um prato cheio para as bactérias que habitam o local. Assim, os próprios resíduos e os produtos de degradação gerados pelas bactérias deixam um odor desagradável na boca do animal.

A pasta dental é um ótimo investimento para evitar esses problemas tão desagradáveis e que podem evoluir para complicações maiores. Com uma formulação desenvolvida especialmente para os animais, podendo inclusive ser engolida sem provocar nenhum contratempo estomacal, as pastas são indispensáveis para a saúde oral e geral canina e felina.

 

6 – Banho a Seco

Todos os donos passam por momentos em que seu pet está sujo, mas o banho convencional não é possível, devido à falta de tempo, ao frio ou a outras situações.

Assim, ter sempre um banho a seco em mãos é uma carta na manga para disfarçar a sujeira e mau odor do bichinho. Apesar de ser um produto muito prático, essa é apenas uma forma de remediar, já que não substitui o molhado, com todos os produtos e cuidados rotineiros.

 

7 – Esmaltes

Os esmaltes são um dos cosméticos para animais mais fashion encontrados no mercado. Com diversas opções de cores, o bichinho será o centro das atenções ao exibir unhas coloridas!

Além dos produtos citados acima, temos também cremes desembarançantes, perfumes, máscaras de hidratação com ativos vegetais, séruns, produtos para alisamento dos pelos, texturizadores, dentre outros itens que já fazem parte do arsenal de produtos para a higiene e o embelezamento de animais de estimação disponíveis no mercado.

Mas se para alguns comprar produtos cosméticos para animais é puro capricho dos tutores, os fabricantes e especialistas defendem a importância desse investimento em produtos de higiene. Continue lendo e veja a importância de produtos desenvolvidos especialmente para os bichanos.

 

FISIOLOGIA E FORMULAÇÃO DE PRODUTOS

 

Assim como no ser humano, a pele é o maior órgão dos cães e gatos e tem diversas funções. Dentre as mais importantes, estão a função de barreira entre o meio externo e o interior do organismo e a manutenção e o controle da temperatura corpórea.

Entretanto, a pele humana é diferente da pele do animal de estimação. A pele humana possui três camadas: a epiderme (mais externa), a derme (intermediária) e a hipoderme, possui maior número de pelos, menor espessura, glândula sudorípara e pH mais ácido. Já a pele do cão, por exemplo, consiste em duas camadas de base: a epiderme (externa) e a derme (interna), maior espessura, menor números de pelos e pH mais básico.

Assim, muito do que se sabe sobre a morfologia da pele humana não pode ser aplicado para cães e gatos. Os animais possuem características fisiológicas específicas.

Dessa forma, apesar da semelhança no processo produtivo, os cosméticos para pets se diferem dos produtos para humanos especialmente na composição, não sendo aconselhável utilizar produtos desenvolvidos para humanos em cães e gatos.

O uso de fórmulas utilizadas em humanos é altamente prejudicial aos animais, podendo danificar a pele que é barreira de proteção do animal, não conseguindo então, protegê-lo eficientemente das agressões externas.

A principal diferença está na quantidade de pH que é incluída na fórmula. O pH cutâneo humano é 5,5, já do cão, por exemplo, é 7,5. A pele do animal é muito sensível, por isso devem ser observadas as matérias primas, ativos e essências usadas na fabricação destes produtos para que não ocorram problemas como alergias, dermatites e infecções, tanto na pele como nos olhos, narinas e boca.

Além disso é preciso ter cuidado na adição de fragrância aos produtos destinados aos animais. Humanos gostam de formulações perfumadas, mas o olfato dos bichinhos é muito mais apurado e sensível do que o nosso. Por isso, cheiros que são agradáveis e fortes para os humanos podem ser irritantes ou desagradáveis para eles.

Abaixo segue algumas matérias-primas indicadas para a produção de produtos cosméticos para pets.

 

 

A legislação do segmento pet é controlada pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA). Produtos para higiene e embelezamento de animais são isentos de registro no Ministério – basta realizar um cadastramento.

De acordo com a atual legislação, fabricantes de produtos cosméticos para pets que também produzam linhas para humanos têm de manter um espaço reservado à fabricação desses produtos. Os equipamentos de produção, bem como todas as matérias-primas utilizadas nas formulações, também têm de ser reservados apenas para o uso nessa categoria.

O consumidor deve sempre verificar na embalagem dos produtos cosméticos para pets, se os mesmos estão certificados junto ao Ministério da Agricultura, para ter certeza que está adquirindo um produto de qualidade. Além dos rótulos, é possível conferir no site do Ministério da Agricultura as empresas que estão registradas para a fabricação de produtos para pets.

É importante frisar que todos os produtos cosméticos podem apresentar efeitos colaterais, principalmente quando o animal apresenta alguma enfermidade cutânea.

Veja também  “A ORIGEM DOS COSMÉTICOS E DA MAQUIAGEM”.

Deixe seu comentário, dicas e sugestões. Pesquise em nosso Blog e compartilhe com os amigos. Curta nossa página no Facebook e vejas novidades no nosso canal do YouTube.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.