COMO USAR PERFUME CORRETAMENTE?

Histórias, memórias e sentimentos, tudo está em um perfume. São ingredientes capturados e misturados de forma complexa, que combinam emoção e significado. Mas, na hora de aplicá-lo surgem algumas dúvidas. Afinal, assim como não queremos passar desapercebidos, também não queremos exagerar e afastar as pessoas que estão ao nosso redor. Portanto, veja como usar perfume corretamente. Confira!

Não há nada mais pessoal do que um perfume. Você já deve ter reparado que as fragrâncias artificiais mudam um pouco conforme quem as usa. Isso porque se misturam com os odores naturais, então o ideal é que você escolha uma que funciona melhor com seu próprio cheiro.

Logo, não compre um perfume sem testar ou por recomendação de outra pessoa.

Vá a uma loja e experimente não mais do que quatro fragrâncias de cada vez. Evite usar as tiras de papel normalmente fornecidas para testar a fragrância. O cheiro inicial não é necessariamente aquele que permanece para o resto do dia. Nem cheirar e avaliar olfativamente na boca do frasco ou do vasilhame enviado pelo fabricante. O que nosso olfato perceberá serão apenas as notas chamadas de cabeça ou de saída.

Depois de encontrar o perfume certo para você, é só saber como aplicá-lo corretamente. Continue lendo e aprenda a usar o perfume para a fragrância durar mais.

 

PREPARAÇÃO DE UM PERFUME

 

A perfumaria é uma arte antiga. Os princípios básicos dessa arte são bem conhecidos pelos especialistas, porém, cada vez mais, a tecnologia vem aperfeiçoando-a em ciência. Dessa forma, a indústria de perfumaria utiliza tecnologias para inovar em seus produtos como um diferencial para atrair mais clientes. Essas tecnologias, normalmente, estão associadas a técnicas de preparo das fragrâncias, que melhoram a performance do produto final.

Ao longo dos séculos, foram criadas técnicas para obter as essências constituintes de um perfume. Iniciou-se com a destilação de plantas, como o alecrim, canela, cravo e outras especiarias, passando pelo enfleurage, que é um processo que obtém óleos essenciais de pétalas de rosas, como a rosa e o jasmim, pela maceração – extração com solventes, extração por prensagem que é usada para frutos cítricos, como o que ocorre com o óleo essencial da laranja e do limão, e finalmente pela síntese orgânica, por meio da qual foi possível descobrir novos odores e revolucionar a perfumaria.

Atualmente, existem diversas tecnologias, como a extração por micro-ondas, livre de solventes, limpa e promissora, pois além de utilizar menos energia e solventes, reduz o tempo gasto para obtenção de óleos essenciais se comparada a outros processos. É utilizado também a tecnologia de encapsulamento da fragrância, mantendo-as por mais tempo na superfície aplicada. É importante lembrar que essas novas tecnologias estão surgindo sempre com um caráter de sustentabilidade do meio ambiente.

Entretanto, mesmo com o grande avanço na extração da fragrância, os perfumistas ainda vêm tentando descrever com palavras as notas existentes, agrupando-as em famílias ou em genealogias. Veja abaixo alguns conceitos que são utilizados atualmente.

 

 

A preparação de uma fragrância pelo perfumista é um processo que pode levar alguns meses devido à grande quantidade de matérias-primas existentes e, consequentemente, existe grande possibilidade de haver incompatibilidade entre os componentes da fórmula. O perfumista, então, projeta a fragrância com o intuito de evitar a perda ou o enfraquecimento do odor e a mudança na coloração, principalmente pensando nos problemas que pode causar no produto final, principalmente nos produtos de higiene pessoal.

Além disso, deve-se levar em consideração o fato de algumas matérias-primas causarem irritações ou sensibilidades no usuário do perfume, sendo assim, as matérias-primas da perfumaria devem ser analisadas pelo controle de qualidade antes do seu uso, evitando o surgimento desses problemas. Entre alguns testes padrão realizados destacam-se a toxicidade oral, o potencial de irritação cutânea e o potencial de sensibilidade cutânea.

 

TIPOS DE FRAGRÂNCIAS

 

No mercado atual existem diferentes denominações para um produto de perfumaria. Essas denominações dependem da quantidade de fragrância que é colocada na solução alcoólica, a qual pode variar nos diferentes países produtores e segundo o autor pesquisado.

Veja abaixo as principais:

 

 

Parfum

É a fórmula mais “forte”, com concentração de 30% ou mais de essências. Sua fixação pode chegar a 24 horas e deve ser aplicado em gotas. Por ser mais marcante, é ideal para noites especiais.

 

Eau de Parfum

O perfume contém uma porcentagem maior de fragrância, em torno de 15% e é recomendado que seja usado a noite, em pequenas quantidades. Possui entre 10 a 12 horas de fixação.

 

 Eau de Toilette ou Deo – Colônia

É a versão do Eau de Parfum com menos quantidade de fragrância, contendo 4% ou mais de essência, podendo ser utilizado durante o dia. Possui entre 5 a 10 horas de fixação.

 

 – Eau Fraiche ou Água de Banho

Com concentração de 1 a 3%, apresentam fórmulas mais leves e geralmente mais frescas, ótimas para serem reaplicadas ao longo do dia, prolongando a sensação de bem-estar.

 

– Eau de Cologne Colônia

Leve, fresco e frutado, geralmente composto de 2% a 4% de óleos de perfume em álcool e água. Tende a ser usado em fragrâncias voltadas a pessoas mais jovens. Normalmente, tem a duração de cerca de 2 horas. 

 

COMO USAR PERFUME CORRETAMENTE?

 

Nós brasileiros somos apaixonados por perfumes, porém, mesmo gostando tanto, nem sempre acertamos na hora de aplicar o perfume.

Isso porque o tipo de perfume, a distância da aplicação, o ambiente, os locais do corpo e a forma como se vai distribuir o produto são fatores que devem ser levados em conta para um bom resultado.

Pensando nisso, separamos algumas dicas de como aplicar o seu perfume de maneira correta. Confira:

 

1 – Aplique nos Pontos Pulsantes: Que o calor intensifica o efeito do perfume, por isso as áreas de maior circulação sanguínea são as mais indicadas para dispersarem melhor o perfume. Então, um dos melhores lugares para se aplicar o perfume é perto das artérias “pulsantes”, assim ao longo do dia ele reagirá com o calor corporal e continuará emitindo sua fragrância. Os lugares mais adequados para isso são: nuca, pulsos, atrás das orelhas, dobras dos cotovelos, atrás dos joelhos.

 

2 – Maneire nas Borrifadas: Para que o efeito do perfume esteja sob medida, é preciso lembrar que menos é mais: escolha duas áreas e borrife o perfume apenas por uma vez, no máximo duas, em cada área escolhida. Atente-se para não borrifar o perfume muito perto do seu corpo, mantenha pelo menos uns 15 centímetros de distância para não ficar concentrado apenas em um local.

 

3 – Não Esfregue o Perfume: Se você quer usar perfume da maneira certa, está na hora de parar de fazer isso! O atrito que você cria quando esfrega um pulso no outro aumenta a interação entre os óleos da sua pele e do perfume. Isso pode mudar dramaticamente o cheiro. Pulverize-o em ambos os pulsos e deixe secar naturalmente.

 

4 – Evite Passar onde Provavelmente será Beijado: Normalmente o gosto dos perfumes não costumam ser agradáveis ao paladar. Portanto, se você sabe que alguém irá te beijar, evite passar diretamente nos lugares que podem incomodar a língua da sua parceira ou parceiro.

 

5 – Espere um Pouco após o Banho: Para melhores resultados, pulverize seu perfume alguns minutos depois que você sai do chuveiro. Logo que saímos do banho o nosso corpo costuma estar quente, isso faz com que a fragrância evapore mais rápido. Então, espere alguns minutos até sua temperatura corporal voltar ao normal para aplicar o perfume.

 

6 – Não Use Cosméticos já Perfumados: Mistureba de cheiros nunca é uma boa tática. Quando usamos um perfume, obviamente queremos que sua fragrância apareça. Então, evite usar outros cosméticos perfumados ou com perfume bem discreto, para não fazer uma mistura de fragrância e acabar tornando um aroma desagradável.

 

7 – O Cabelo também Merece ser Perfumado: Você também deve considerar o fato de aplicar o perfume no cabelo, pois o cabelo tende a fazer a fragrância durar mais. Mas use de maneira certa: Apenas aplique perfume nos cabelos quanto eles tiverem sido recém-lavados, caso contrário, os óleos naturais de seus fios poderão estragar o aroma do perfume. Além disso, o perfume pode secar o cabelo por conter álcool, então, se for pulverizá-lo direto nos fios, mantenha distância de 15 cm. Se preferir, pulverize a fragrância em sua escova ou pente e depois passe nos cabelos.

Veja também “MANCHAS NO ALVO”.

Deixe seu comentário, dicas e sugestões. Pesquise em nosso Blog e compartilhe com os amigos. Curta nossa página no Facebook e vejas novidades no nosso canal do YouTube.

Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.