COMO ACABAR COM AS MANCHAS E UNIFORMIZAR A COR DA PELE?

Quem não fica preocupado quando vê uma mancha na pele? Elas incomodam muitas pessoas e, no inverno, é comum o aumento da procura de tratamentos que as minimizam, como o clareamento da pele. Por isso, hoje vamos falar sobre os tipos de mancha e os tratamentos para uniformizar a cor da pele. Confira!

As manchas são alterações na coloração da pele que podem aparecer em qualquer idade  e em algumas regiões do corpo. E quando aparecem, causam muito incomodo, afetando principalmente nossa autoestima.

Apresentam diferentes tonalidades, podendo ser  brancas, marrons ou vermelhas, de acordo com a quantidade de melanina, e variam sua intensidade de acordo com a predisposição de cada pessoa. Veja abaixo as principais causas de surgimento de manchas na pele.

CAUSAS

 

 

As causas das manchas são várias:

* Alterações na produção de melanina (pigmento da pele)

* Infecções (micoses, vírus)

* Distúrbios hormonais (cloasmas)

* Alterações vascular

* Tumores

* Exposição ao sol

* Marcas de acne.

Muitas vezes elas se acompanham de outros sinais e sintomas, o que pode ajudar na definição de sua causa.

Como vimos acima, as manchas podem surgir na pele por diversos fatores, porém o sol é apontado como o principal vilão, pois é ele que desencadeia e potencializa o problema. Como?

Quando a pele fica exposta aos raios UV, ela reage como um mecanismo de defesa, produzindo uma grande quantidade de melanina (pigmento da pele), que se manifesta em forma de mancha nas áreas mais expostas, como pescoço, colo, braços e pernas.

Outro tipo de radiação que também pode trazer prejuízos à pele tanto quanto a luz solar é a chamada luz azul, emitida por computadores, tablets e celulares.

Para evitar que as manchas apareçam, a pele deve ser protegida fisicamente com roupas, chapéu, sombrinha, luvas e quimicamente, com protetores solares com FPS adequado ao tipo de pele com proteção UVA e UVB e a combinação de protetor solar com base para o rosto que formará uma barreira física e química contra a luz azul.

 

TIPOS DE MANCHAS

 

Manchas de Envelhecimento: O organismo vai perdendo a capacidade de filtrar as células defeituosas e a pele perde parte da capacidade de se defender do sol. Além disso, a radiação se acumulativa nas células ao longo da vida, tornando a pele mais vulnerável às manchas.

Manchas Causadas por Lesões: Acne, queimaduras, machucados e picadas de insetos podem deixar a pele manchada.

Manchas de Gravidez: Durante a gravidez as mulheres estão mais suscetíveis às manchas, devido à variação hormonal e à predisposição genética.

Manchas de Melasmas: São manchas castanhas que aparecem na região da face. Geralmente surgem de uma combinação entre predisposição genética e exposição solar. Podem estar relacionadas também com o uso de anticoncepcionais ou com o período de gestação.

Manchas do Sol: São manchas de cor castanha, em tons claros ou escuros e de tamanho variável. Geralmente aparecem a partir dos 40 anos. A causa principal é o foto envelhecimento da pele, que é o envelhecimento do tecido causado pela luz do sol.

 

TRATAMENTOS

 

Seja qual for o tipo de mancha, é sempre necessário consultar um médico para que ele possa diagnosticar com exatidão o seu tipo e, assim,  recomendar o melhor tratamento para o caso.

 

Ácido Retinóico

Este é o principal ácido no clareamento de manchas, pois possui uma renovação celular da epiderme bastante eficiente. Pode ser utilizado em domicilio com receita médica ou em peelings químicos e a concentração do componente dependerá do tipo de pele, profundidade da mancha e outros fatores analisados pelo dermatologista.

Eles devem ser aplicados à noite e de preferência no inverno. São receitados numa consulta simples ao dermatologista. Seus principais efeitos colaterais são descamação e pele levemente rosada.

Nem todos os pacientes toleram seu uso, especialmente aqueles com pele sensível ou avermelhada, portanto não deixe de consultar um dermatologista.

 

Ácido Kójico

Despigmentante derivado do arroz, é eficaz no clareamento/diminuição de manchas da pele, porém, não de forma isolada.  Dessa forma, o ácido kójico está contido em uma grande variedade de cremes clareadores e é uma boa opção, porém, por ser um clareador menos potente, é mais utilizado em associação com outros clareadores e ácidos como o retinoico ou glicólico. Pode ser utilizado sob a forma de peeling médicos ou também cremes para uso noturno.

 

Peeling

Dentre os tratamentos disponíveis nas clínicas, o peeling é o mais indicado para o tratamento de manchas na pele. Por meio de agentes químicos ou físicos, o peeling esfolia a pele envelhecida ou doente e possibilita a formação de uma nova camada de pele saudável e lisinha.

O peeling pode ser superficial, médio ou profundo, dependendo do dano da sua pele. As variantes do processo são os agentes químicos que podem incluir ácido retinóico, ácido kójico, ácido salicílico, ácido tricloroacético, entre outros ,e o número de sessões necessárias para eliminar as manchas.

 

Laser

Para tratamento de manchas, utilizam-se três tipos de laser:

Quantum: remove manchas vermelhas do pescoço. Ajuda também nas melanoses.

CO2: é um laser com afinidade pela água e não pelo pigmento. Estimula o colágeno, reduz as rugas e renova a epiderme. Através da renovação da epiderme (camada superficial da pele) há também o clareamento parcial ou total de algumas melanoses. Não é uma boa opção para quem tem melasma, pois pode estimular a piora do mesmo. O tratamento é invasivo e deve ser feito por médico, pois exige diagnóstico e cuidados rigorosos no pós-procedimento.

Rubi: esta variação do comprimento do laser é bastante usada para minimizar sardas escuras.

 

Filtro Solar

Para prevenir manchas causadas pelo sol, indica-se o filtro solar com proteção UVA e UVB. Ele também pode ser utilizado para evitar a progressão das manchas já existentes.

 

Loção Clareadora

Dependendo do tipo e da superficialidade da mancha, os cremes clareadores são bem eficientes. Só o dermatologista sabe indicar qual é o melhor produto para cada tipo de pele, portanto não deixe de marcar uma consulta.

Uma vez que se deu o início do tratamento para clarear a pele, os produtos devem ser usados continuamente. Mesmo que melhore, com o tempo as manchas vão reaparecendo, daí a importância do tratamento ser contínuo.

 

DICAS PARA UNIFORMIZAR E CLAREAR A PELE

 

 

1) Use Protetor Solar

Como vimos, o uso diário do filtro nas áreas expostas do corpo é fundamental, uma vez que a exposição excessiva ao sol sem proteção pode causar manchas e escurecimento da pele. Lembre-se de passar o produto no corpo inteiro, incluindo orelhas, nucas e pés, por exemplo, que também são regiões expostas e reaplicá-lo se ficar fora por períodos longos.

2) Use Produtos com Ativos Clareadores para a Pele

Diversos dermocosméticos têm o poder de uniformizar e clarear a tonalidade da pele. Mas, antes de comprar um deles, lembre-se de consultar um dermatologista para que ele indique o produto apropriado para as suas necessidades. Além disso, cremes, loções ou séruns com vitamina C são muito indicados, pois ajudam a clarear e iluminar a pele.

3) Faça Esfoliação Regular

A esfoliação coopera na eliminação de células mortas e superficiais, colaborando com o surgimento de uma pele mais clara, já que a anterior danificada pelo sol, foi removida com a esfoliação. O indicado é realizar o processo de uma a duas vezes por semana. Consulte seu dermatologista para saber qual é a opção ideal para você.

Veja também “CUIDADOS COM A PELE ACNEICA”.

Deixe seu comentário, dicas e sugestões. Pesquise em nosso Blog e compartilhe com os amigos. Curta nossa página no Facebook e vejas novidades no nosso canal do YouTube.

Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.