TUDO SOBRE ESTRIAS E COMO SE LIVRAR DELAS

Você está trocando de roupa quando olha o seu reflexo no espelho rapidamente e constata um “fenômeno intrigante” que parece ter se processado da noite para o dia: lá está uma estria novinha para comprometer a sua satisfação com a própria imagem e/ou para simplesmente se somar àquelas outras que já existiam e que também nunca foram bem-vindas.

Ninguém está livre delas, afetam tanto mulheres quanto homens e são o terror, principalmente, da mulherada. Mas o que são essas estrias? Elas “surgem” quando bem querem e escolhem qualquer lugar para isso? E, principalmente, como é possível eliminá-las e prevenir o surgimento de outras? Continue lendo para saber mais!

 

O QUE SÃO ESTRIAS?

 

Nossa pele consiste em uma camada superior chamada epiderme, a camada média chamada derme e, em seguida, a hipoderme.

As estrias ocorrem quando as fibras elásticas e colágenas (responsáveis pela firmeza da pele) se rompem na camada média da pele, formando cicatrizes. Essas cicatrizes são caracterizadas por linhas paralelas de cor arroxeada, rósea ou branca sobre a superfície da pele.

Verdadeiras “vilãs” da nossa vaidade, especialmente para o universo feminino, as estrias são lesões resultantes de uma distensão (esticamento) da pele além do que ela suportaria. O tecido fica danificado devido ao alongamento, e este alongamento da pele, ou derme, provoca cicatrizes.

As áreas críticas onde às estrias podem aparecer estão citadas na tabela abaixo:

Braços;

Nádegas;

Barriga;

Coxas;

Quadril;

Seios.

QUAIS SÃO AS CAUSAS DAS ESTRIAS?

 

A nossa pele possui propriedades elásticas que a tornam capaz de esticar e encolher de acordo com o crescimento do indivíduo. Entretanto, essa flexibilidade tem limite e um estiramento repentino da pele origina as estrias, que podem surgir das seguintes situações:

 

1.Puberdade

O crescimento rápido, comum na puberdade, bem como as intensas alterações hormonais, contribui para o surgimento das estrias.

As marcas de estrias durante a adolescência geralmente ocorrem em indivíduos saudáveis de peso normal que passam pela puberdade e crescem muito rápido. O desenvolvimento de marcas de estria coincide com as mudanças corporais comuns dos adolescentes, como o alargamento testicular, o desenvolvimento da mama, o crescimento de pelos pubianos e a menstruação.

O aparecimento de estrias é geralmente entre 14 e 20 anos de idade em homens; e entre 10 e 16 anos de idade em mulheres.

 

2.Gravidez

Período de grandes alterações na pele, a gravidez é responsável por mais de 90% da ocorrência de estrias nas mulheres. Quanto maior o peso do bebê, maior o risco de surgirem estrias na barriga. Acontece que quando a pele é esticada por longos períodos de tempo, como nove meses, isso pode causar estrias.

Estudos também demostraram que as estrias podem ser ainda mais graves e ocorrem com mais frequência durante a gravidez de mulheres mais jovens. 20% (14 de 71) das adolescentes tiveram severas estrias, algo que não foi visto com a mesma frequência em mulheres com mais de 30 anos de idade.

 

3. Ganho e Perda de Peso em um Curto Período de Tempo

Quando o corpo aumenta de tamanho muito rapidamente, a pele não consegue esticar o suficiente e as marcações podem aparecer devido ao estresse colocado sobre a pele. Isso pode ocorrer através de ganho de peso por meio da obesidade, bem como de levantamento de peso.

O mesmo acontece quando o corpo passa pela perda de peso rápida. Estrias podem se tornar mais evidentes. Isso ocorre porque a gordura excessiva ou aumento no músculo esticou a pele por muito tempo.

Elas também podem ocorre devido à musculação excessiva, uso de anabolizantes,  predisposição genética e determinadas cirurgias (como nos casos de próteses mamárias) .

As estrias também podem surgir devido a doenças, à maioria delas pouco comuns, como síndrome de Cushing, síndrome de Marfan e síndrome de Ehlers-Danlos. Alguns medicamentos podem causar estrias como efeito colateral, os mais conhecidos são os corticoides, sejam eles em comprimidos ou cremes.

 

COMO TRATAR?

 

Ainda não há tratamento antiestrias 100% eficaz. Uma vez geradas, as estrias vão ficar por lá. Mas, Existem diversos tratamentos que, se não eliminam completamente, melhoram substancialmente a aparência das estrias, muitas vezes deixando-as imperceptíveis.

Alguns tratamentos mais comuns em clínicas de estética são:

 

a) Ácido Retinóico ou Tretinoína: Se usado precocemente pode ajudar a aliviar as estrias. O ácido retinóico ajuda a reconstruir o colágeno da pele, tornando as estrias menos evidentes. Pode haver irritação da pele como efeito colateral. Este tratamento não é eficaz sobre as estrias antigas, é contraindicado na gravidez e não se deve pegar sol durante o seu uso.

 

b) Peeling: Agem de modo semelhante ao ácido retinóico, porém de modo mais intenso. Tem como objetivo a esfoliação da pele e o estímulo de um novo colágeno. As substâncias mais utilizadas são o ácido retinóico e o ácido glicólico. Pode ser combinada com a microdermoabrasão.

 

c) Microdermoabrasão: Este tipo de tratamento envolve o uso de um aparelho com micro cristais de hidróxido de alumínio que são jateados nas estrias sob forma de pressão e ao mesmo tempo aspirados para um reservatório dentro do aparelho. A microdermoabrasão remove suavemente camada superior da pele, que resulta em crescimento da pele nova, que é mais elástica. Esta terapia é uma opção para as marcas mais antigas de estria. Esta técnica também é conhecida como peeling de cristal.

 

d)Laser: Age estimulando o crescimento de colágeno e elastina. É mais eficaz quando as estrias são novas, mas o Laser ainda pode ter algum efeito em marcas mais antigas. É um tratamento atualmente muito usado por dermatologistas, pois costuma apresentar bons resultados.

 

e) Striat: É uma estimulação dérmica que provoca um processo inflamatório em toda a extensão da estria gerando um aumento na produção de colágeno com posterior regeneração. É utilizado um equipamento em forma de caneta com uma pequena agulha na ponta através da qual é estimulado o processo inflamatório agudo.

Lembrando que é importante que você consulte um médico dermatologista antes antes de iniciar qualquer tratamento em sua pele. Afinal, é a sua saúde que está em jogo!

 

COMO PREVENIR?

 

Já dizia a minha avó: Melhor prevenir do que remediar e o melhor tratamento de estrias que existe na verdade é a prevenção. E prevenir as estrias é muito simples! Observando e seguindo alguns bons hábitos você terá mais garantias de que, se não vai ficar livre de estrias permanentemente, vai evitar evitá-las as máximo:

 

1. Busque sempre hidratar e nutrir sua pele.

2. Beba bastante água, hidrate-se para hidratar sua pele! Beba pelo menos 2 litros de água por dia.

3. Pratique exercícios regularmente.

4. Fique de olho no ganho ou perda de peso repentino. Gravidez, dietas, períodos de estresse etc. são momentos que você pode antecipar e cuidar.

 

SABONETE HIDRATANTE

 

O sabonete tem como principal objetivo remover as impurezas, excesso de oleosidade e bactérias da pele a fim de garantir uma boa higiene, aparência e sensação de bem-estar. Mas, muitas vezes esquecemos que a pele também precisa ser hidratada todos os dias para permanecer saudável e macia. Portanto, aprenda como fazer Sabonete Hidratante. Confira!

FORMULAÇÃO:

  QUANTIDADE  
COMPONENTES FASE (%) 100,00 g 1,00 Kg FUNÇÃO
Água Deionizada A qsp 100,00 qsp 100,00 qsp 1,00 Veículo.
EDTA Dissódico A 0,20 0,20 g 2,00 g Quelante.
BHT A 0,05 0,05 g 0,50 g Antimicrobiano.
Ácido Esteárico A 23,00 23,00 g 230,00 g Espessante.
Lauril Metil Isetionato de Sódio A 60,00 60,00 g 600,00 g Surfactante suave.
Propilenoglicol B 2,00 2,00 20,00 g Umectante.
Dióxido de Titânio B 0,40 0,40 g 4,00 g Bloqueador da radiação ultravioleta.
Extrato Glicólico Avelã B 1,00 1,00 g 10,00 g Emoliente.
Extrato Glicólico Açaí B 1,00 1,00 g 10,00 g Hidratante, remineralizante.
Extrato Glicólico Cupuaçu B 1,00 1,00 g 10,00 g Hidratante, remineralizante.
Essência para Sabonete C 1,00 1,00 g 10,00 g Perfume.
Koralone LA C 0,05 0,05 g 0,50 g Conservante.

 MODO DE PREPARO:

Em um recipiente adequado adicionar água destilada e aquecer a 60-70°C. Após, adicionar os outros componentes da FASE A, sobre agitação para melhor solubilização dos componentes. Homogeneizar.

Em outro recipiente adicionar a FASE B e misturar até completa homogeneização. Verter a FASE B na FASE A com agitação. Homogeneizar.

Adicionar a FASE C e homogeneizar. Adicionar a mistura em moldes para sabonete e esperar a solidificação.

pH solução a 10% a 5,0 a 6,0.

MODO DE USAR:

Espalhar com as mãos ou com o auxílio de uma esponja pelo corpo, massageando suavemente. Em seguida enxaguar até retirar todo o excesso do produto.

Veja também “A NOVA CONSUMIDORA ESTA MUDANDO O MERCADO DE BELEZA”.

Deixe seu comentário, dicas e sugestões. Pesquise em nosso Blog e compartilhe com os amigos. Curta nossa página no Facebook.

Comments

  1. Francielly Lemos

    Sofro com estrias e celulite e tenho muita vergonha do meu corpo principalmente na praia…É muito constrangedor ver as pessoas olhando. Sempre estou em buscas de soluções e esse artigo me ajudou muito com as dicas. Obrigada!

    1. Post
      Author
      Ana Darezzo

      Olá Francielly!

      Fico feliz em saber que ajudamos de alguma maneira.
      Mas não se sinta envergonhada, estrias e celulites é mais comum do que imagina.
      O importante é sentir bem consigo mesma!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.